Logo Amodefa
  • image01
  • image02
  • image03

AMODEFA promove saúde sexual e reprodutiva para os artistas do FESTCOM

escrito por: Maria Amélia

Arrancou no dia 01 Agosto, a III edição do Festival de Dança Contemporânea, organizado pela Associação Cultural Kuthlanga em coordenação com o movimento Kupaluxa, com apoio e participação da AMODEFA, entre outros parceiros. A AMODEFA participa do evento, tendo já ministrada uma sessão, no dia 05 de Agosto, pelas 15h, na Escola de Comunicação e Arte (ECA), com o tema: Como se prevenir das doenças sexualmente transmissíveis no ambiente artístico. Sob a orientação do Artista (Disck Jockey), e também Oficial de Juventude na AMODEFA, Sr. Estêvão Jacinto Marrima, conhecido nos meandros artísticos por Dj Való, quem afirmou que é importante que os artistas estejam atentos sobre as doenças de transmissão sexual, uma vez que esses, na sua maioria são as pessoas que mais têm a vida corrida, de um ponto para outro, onde se sujeitam a constantes contactos com todo tipo de público, com diversas tendências, comportamentos, exposições e vulnerabilidades. São várias doenças que adquirimos através do contacto sexual, embora não seja somente necessário que haja penetração para tal. Em algumas situações, quando em contacto com o sangue contaminado em alguma ferida do nosso corpo, podemos adquirir a doença. Segundo Estevão, apresentar essas doenças aos artistas e participantes do debate, não é com objectivo de criar medo da vida sexual, mas sim, é na expectativa de torná-los mais atentos aos cuidados com a saúde sexual e reprodutiva. Para Estevão, importa que os artistas estejam conscientes de todo tipo de relação que desenvolvem, e que adoptem comportamentos responsáveis, tais como uso da camisinha, abstenção ao sexo, quando assim o decidirem, que sejam fiéis aos seus parceiros e usem a arte que é por excelência o seu maior forte, para comunicarem aos seus seguidores em relação ao Planeamento Familiar, Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos, Direitos Humanos, Género, entre outras temáticas que contribuem para o desenvolvimento da Sáude. Juntos pela valorização da vida e promoção da cultura. AMODEFA promove saúde sexual e reprodutiva para os artistas do FESTCOM Arrancou no dia 01 Agosto, a III edição do Festival de Dança Contemporânea, organizado pela Associação Cultural Kuthlanga em coordenação com o movimento Kupaluxa, com apoio e participação da AMODEFA, entre outros parceiros. A AMODEFA participa do evento, tendo já ministrada uma sessão, no dia 05 de Agosto, pelas 15h, na Escola de Comunicação e Arte (ECA), com o tema: Como se prevenir das doenças sexualmente transmissíveis no ambiente artístico. Sob a orientação do Artista (Disck Jockey), e também Oficial de Juventude na AMODEFA, Sr. Estêvão Jacinto Marrima, conhecido nos meandros artísticos por Dj Való, quem afirmou que é importante que os artistas estejam atentos sobre as doenças de transmissão sexual, uma vez que esses, na sua maioria são as pessoas que mais têm a vida corrida, de um ponto para outro, onde se sujeitam a constantes contactos com todo tipo de público, com diversas tendências, comportamentos, exposições e vulnerabilidades. São várias doenças que adquirimos através do contacto sexual, embora não seja somente necessário que haja penetração para tal. Em algumas situações, quando em contacto com o sangue contaminado em alguma ferida do nosso corpo, podemos adquirir a doença. Segundo Estevão, apresentar essas doenças aos artistas e participantes do debate, não é com objectivo de criar medo da vida sexual, mas sim, é na expectativa de torná-los mais atentos aos cuidados com a saúde sexual e reprodutiva. Para Estevão, importa que os artistas estejam conscientes de todo tipo de relação que desenvolvem, e que adoptem comportamentos responsáveis, tais como uso da camisinha, abstenção ao sexo, quando assim o decidirem, que sejam fiéis aos seus parceiros e usem a arte que é por excelência o seu maior forte, para comunicarem aos seus seguidores em relação ao Planeamento Familiar, Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos, Direitos Humanos, Género, entre outras temáticas que contribuem para o desenvolvimento da Sáude. Juntos pela valorização da vida e promoção da cultura.
Torna-te Membro
Torna-te Membro
Torna-te Membro